Arquivo da tag: felicidade

Essa Vida Que Suga A Gente

Ontem, no carro a caminho da faculdade, mencionei a um amigo que minh’alma clama por liberdade, que sinto a necessidade de um período sabático das coisas que me incomodam. “Ando tão sufocado desde que voltei a morar em São Paulo, … Continuar lendo

Publicado em Caminhando, Passado, Trabalho | Marcado com , , , , , , , | 1 Comentário

Ao vencedor, as batatas – ou retrospectiva 2013

Retrospectiva de 2013 feita a partir das resoluções de ano novo que escrevi em 1° de janeiro de 2013. Quantas realizei? Quais foram os resultados? Saiba um pouco mais lendo este post. Continuar lendo

Publicado em Caminhando | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

De volta!

Amo a vida! De verdade. Não é uma ironia ou algo do tipo, de forma alguma. Gosto mesmo do meu trabalho, da nova cidade em que vim morar, das pessoas que estou conhecendo aqui, do meu apê, de estar pertinho da praia, de morar pertinho do trabalho e de estar em um lugar mil vezes mais calmo que São Paulo. Sério!

Mesmo assim, ainda tem algo, uma coisinha……………… Continuar lendo

Publicado em Caminhando, Namoro, Relacionamentos | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Em Busca da Felicidade ou Como ouvir a Voz do Coração?

A mente em branco. Sento-me aqui à espera de algum tipo de inspiração. Penso em os quase 12 meses que escrevo neste blog. Um tempo em busca… do que mesmo? Em busca de mim mesmo. Em busca do que sou em plenitude, do que gosto ou não gosto, do que me faria feliz. Um tempo em busca da felicidade. Ah, a felicidade! Continuar lendo

Publicado em Caminhando, Mente, Sexualidade, Trabalho | Marcado com , , , , , , , , | 2 Comentários

Você é feliz?

Há uma reflexão que tenho feito (ou retomado) muito recentemente. Começa com perguntinha famosa: “Você é feliz?”

Se eu sou feliz, eu não quero nada mais pra minha vida, pois tudo o que tenho/faço hoje me completa, me faz feliz. Concorda? Isto é, não preciso de um carro novo, pois sou feliz com o meu, não preciso de um emprego novo, pois sou feliz com o meu, não preciso de ambições, pois sou feliz com minha vida. E, assim, deixo ela tomar seu rumo, fazendo minha parte, não por ambição, por metas, mas pelo prazer de viver. Se evoluo assim, é uma evolução natural, sem pressão e que, se não fosse acontecer, não me faria diferença. Continuar lendo

Publicado em Caminhando, Relacionamentos, Trabalho | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

Ó Felicidade, onde estais?

Nada! Pessoas, mundo, trabalho, sonhos… Nada tem sentido. É tudo inútil, aos meus olhos. Esforço e me forço a olhar para a frente, a continuar, porque um lado meu ainda quer seguir da forma como as coisas sempre foram. Já não sei mais se estou na beira do abismo com uma ponte invisível que me levaria ao Santo Graal (vide Indiana Jones e a Última Cruzada) ou se errei todo esse meu próprio caminho particular. Continuar lendo

Publicado em Caminhando, Sentimentos | Marcado com , , , , , , , | 2 Comentários

Generation Gap?

Parece estranho falar em generation gap? Especialmente quando parece haver cada vez menos espaço entre as gerações e, em vários casos, pais e filhos são confundidos com irmãos. Digamos que o “buraco é mais embaixo” (definitivamente, eu gosto dessa expressão!). Deixe-me explicar melhor. Continuar lendo

Publicado em Espírito, Família, Mente | Marcado com , , , , , , | 1 Comentário