Arquivo da tag: ex

Só posso ser feliz se estiver com alguém?

Literatura, filmes, quadrinhos, pinturas… toda e qualquer obra de arte só faz sentido se nos faz conectar com aspectos profundos nossos, nos deixa sentir, nos faz pensar. Com isso de ficar mais tempo fora da Internet – embora eu não … Continuar lendo

Publicado em Namoro, Relacionamentos | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fim de Namoro ou Como Terminar o Namoro Quando Terminam com Você

Ontem vi “Azul é a cor mais Quente”. Vencedor da Palma de Ouro em Cannes no ano passado (2013), o filme conta a história da relação homoafetiva entre Adèle e Emma (esta, a menina de cabelo azul). Nunca vi um … Continuar lendo

Publicado em Namoro, Relacionamentos | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Sonhos Suicidas

Não sei o que fazer da vida. Nem sei quem sou direito. Autoestima é quase zero, negativa, talvez. Não acho que alguém teria interesse em mim. Nem ele, o, agora, ex. Nem ele. Sou chato. Estou ficando velho. Sou feio. Não sou malhadão. E, para piorar, sou introvertido e meio tímido. Mal sei chegar em alguém. As pessoas não costumam gostar desse tipo de pessoa. Nasci e vivo para ser um outsider, um excluído social. Todos me odeiam… inclusive eu. Continuar lendo

Publicado em Espírito, Mente, Namoro, Relacionamentos, Sentimentos | Marcado com , , , , , , , , , | 1 Comentário

Pensando – parte final

É como se um lado meu acreditasse que, ao encontrar alguém especial, tudo isso vai voltar magicamente. E esse lado acredita mesmo. Acredita e coloca o nome disso no meu ex. Não, não vai voltar. Eu sei disso agora. Não faz diferença. Como somos capazes de nos iludir tanto assim, principalmente se sempre tivemos as respostas? Hein? Continuar lendo

Publicado em Caminhando, Namoro, Relacionamentos, Sentimentos, Trabalho | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Pensando – parte 2

(este post é continuação direta do anterior)

Nunca que havia me apaixonado tanto por alguém. Com a perda, parecia que havia perdido minha própria identidade. Aos poucos, de diversas maneiras, tentei – ou assim me parece hoje – me apropriar da identidade dele. Dediquei-me à carreira de professor de idiomas e comecei a pensar seguí-la de forma definitiva. Comecei a criar vínculos com os amigos dele (que nem da minha cidade eram). Comecei a sair longe da minha cidade, com tais amigos. Sério… eu virei um pouquinho dele. Continuar lendo

Publicado em Caminhando, Mente, Namoro, Relacionamentos, Sentimentos | Marcado com , , , , , , , , , | 2 Comentários

Isolamento

Quem leu meus últimos posts sabe que “crise” é a palavra chave. Contudo, parece que ando chegando a algumas conclusões, indo direto ao ponto e assumindo para mim mesmo fatos que, antes, eram tabu pessoal. Por exemplo? Vim morar longe pra burro exclusivamente por causa do trabalho. E como sabemos, isso não se sustenta por si só. A vida é muito mais que só trabalho. Porém… Continuar lendo

Publicado em Amigos, Namoro, Relacionamentos, Sentimentos, Trabalho | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Amar ou não amar

Ainda o amo. Muito. Ou seria isso um tipo de obsessão? Ou de fuga?
Todos os momentos em que disse que não existia mais sentimento por ele, que não o amava mais, que não o queria mais, em outros momentos, estes, de lucidez, todo esse papo me parece pura negação – sou eu tentando me convencer de que acabou e de que aceito isso. Mas não. Estou fazendo tudo errado. Continuar lendo

Publicado em Namoro, Relacionamentos | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário