entenda a proposta deste blog

My Own Private Path nasce de uma necessidade pessoal. Não, não é um blog sobre música, cinema, quadrinhos, celebridades. Não é sobre política, futebol ou religião. Não é sobre fofocas, fetiches, pornografia. Tampouco é sobre mim, minhas amizades, amores.

A principal função deste blog é o registro. Registro de um caminho (path) que se torna necessário sempre que aquele vazio toma conta da gente. Em um vislumbre, percebemos que somos muito mais do que temos sido, que a vida poderia abraçar-nos com muito mais calor, mais sorrisos. Percebemos que é hora de arriscar, porque, se não, tudo deixa de valer a pena.

[ATUALIZADO EM 16/10/2016 – leia o post completo sobre esse desafio clicando AQUI]

Qual o desafio?

UM ANO, a contar da data de hoje, de reflexões e descoberta constantes – tenho evitado muito a pensar em mim mesmo nos últimos anos; UM ANO enfrentando as três grandes questões que me afligem desde 2013: Solidão, Hábitos alimentares e excesso de Internet; UM ANO relatando neste blog, com posts semanais, todo esse processo. Mas não pára por aí, gostaria de detalhar o que pretendo fazer dentro desses três principais assuntos:

1) SOLIDÃO: Como escrevi no post anterior (clique aqui e leia o posto anterior), e em diversos posts nos últimos três anos, a solidão tem sido algo que me incomoda horrivelmente; a ponto de eu viver momentos de desespero e total perda de esperança. Não quero ficar com chororô, mimimi e chatice no melhor estilo “ai, estou sozinho, tadinho de mim.” Sem auto-piedade aqui, por favor.

DESAFIO: Me conhecer melhor. Entender os motivos desse sentimento. Remediar essa sensação vivendo mais, saindo mais, interagindo mais na vida real, conhecendo novas pessoas e criando novos vínculos de amizade, se possível, sempre dentro da honestidade de ser eu mesmo, sempre.

2) ALIMENTAÇÃO: Embora eu tenho me controlado mais e já tenha emagrecido uns 6kg desde o início do ano, a alimentação ainda anda instável e sei que ela está vinculada quase que 100% à questão da Solidão (e ansiedade gerada por tal sentimento). O melhor remédio é mesmo o desafio 1, mas há mais uma coisa: como boa parte das pessoas, sou viciado em açúcar. E é vício mesmo, dependência, com os mesmos sintomas de abstinência. E se há algo que eu não posso fazer nesse caso é abrir a tal exceção: afinal, um viciado em cocaína não pode abrir uma exceção de vez em quando, ou o mundo desaba – e é justamente o que tem acontecido comigo.

DESAFIO: Comer corretamente, dentro do que existe de melhor na literatura científica a respeito de nutrição: vamos comer só comida de verdade, sem açúcar processado/refinado e evitando farinhas e qualquer outra coisa refinada: só coisa “de verdade” (na industrial e etc). Se a consequência disso for mesmo a retomada de um peso melhor, ótimo.

3) INTERNET: Este é o mais difícil; e também está 100% ligado à questão 1, da solidão. Também vem da ansiedade por estar sozinho e querer interagir e conhecer alguém especial. E também é um vício. V-Í-C-I-O!!! Mesmo. Que tira o sono, que reduz meu desempenho cotidiano, que me faz deixar de estudar, que me deixa irritado, que me faz mal. É preciso parar e resolver isso de uma vez por todas.

DESAFIO: Este deve ser difícil: como viver sem Internet hoje em dia? Como deixar o vício de algo com que precisamos lidar sempre, até por motivos de trabalho? Vai ser difícil e não sei se consigo, mas daqui UM ANO quero ver no que deu. E QUAL O DESAFIO exatamente? O desafio é passar UM ANO sem INTERNET, a contar a partir de hoje – só de escrever isso já sinto calafrios por não poder alimentar aquele vício, sinto coisas comuns de serem relatadas em experiências de abstinência.

Algumas regras valem aqui e vou deixar tudo mais difícil por isso:

1- DEIXAR DE USAR SMARTPHONE PESSOAL a partir de hoje. Desligo meu iPhone para só religar daqui um ano;

2- Portanto, SEM WHATSAPP PESSOAL, SEM REDES SOCIAIS DE TODO TIPO, com alguma exceções (especificadas a seguir);

3- POSSO USAR INTERNET exclusivamente para o TRABALHO e para a FACULDADE. Nesse caso, uso de vez em quando o whatsapp do trabalho (sim, desde julho tenho um número de whatsapp para atendimento a pais e alunos e assuntos do trabalho). Obviamente, Internet de trabalho só no horário do trabalho e no local de trabalho. Para a faculdade, de vez em quando é preciso usar o Facebook: alguns professores postam coisas lá (desde avisos até provas) e alguns grupos são criados no Facebook. Nesse caso, eu tenho de acessar o Facebook, mas nas seguintes condições: a) APENAS quando for de necessidade imediata da faculdade e para resolver esses assuntos; b) NÃO ficar navegando e lendo posts de amigos e muito menos fazer meus próprios posts; c) acesso ao FB exclusivamente do computador, nada de celular. Por isso, claro, NÃO PRETENDO APAGAR o Facebook ou NENHUMA REDE SOCIAL que tenho – o desafio é maior e acredito que, no mundo de hoje, a gente precisa aprender a viver de forma equilibrada com essas coisas.

4- EMAILS pessoais, ATUALIZAR ESTE BLOG e coisas do gênero: sempre a partir do computador e sempre em um horário longe da hora de dormir. Preferir fazer isso apenas uma vez por semana, mas isso pode variar conforme a necessidade.

5- NETFLIX está liberado, porque está mais para assistir a filmes/ver TV que para acessar a Internet.

Então é isso. Desafio iniciado. Hoje é 16 de outubro de 2016. Termina no dia 15 de outubro de 2017. A cada semana atualizo o blog com assuntos relacionados ao desafio. E vamos ver se consigo passar UM ANO cumprindo tudo isso e, ao conseguir, como isso tudo vai me mudar.

[ATUALIZADO EM 15/12/2014]

Um novo desafio: OK, parece título do Star Wars (Uma Nova Esperança), mas a verdade é que, apesar de ter continuado com o blog após o desafio inicial ter sido concluído – veja abaixo -, chego em um novo desafio que deve ser registrado aqui ao longo do ano de 2015.

Tal novo desafio está relacionado à necessidade de liberdade, de romper as correntes do mundo moderno, e refere-se diretamente a controle da alimentação (e vencer as tentações da modernidade) e a controle do uso do celular/Internet (outro vício, tentação da modernidade). Entenda melhor neste post (clique para ver).

Assim, desafio feito, desafio aceito!!! Estou disposto, novamente, a arriscar absolutamente o que for necessário para ser dono do meu próprio caminho, my own private path.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]

Proponho, então, um desafio: Em um ano, transformar-me naquele em que eu deveria ser, melhor em todos os aspectos, mesmo que para isso tenha de tomar decisões extremas, mudar completamente jeitos, hábitos, gostos. Não falo da mudança simbólica, mas da profunda, aquela que todo mundo, um dia, quer ou quis atingir, mas somente poucos conseguem.

Estou disposto a arriscar absolutamente tudo. Amigos, amores, emprego, carreira, tudo. Loucura? Claro que é! Besteira? Não mesmo! E é para o registro deste desafio que servirá esta página. Um ano a partir de hoje, dia 5 de maio de 2010. Sucesso? Fracasso? Vamos descobrir juntos, um post por dia (ou sempre que possível). Deus me ajude. Que assim seja e que assim se faça.

2 respostas para entenda a proposta deste blog

  1. Pingback: Quero ser um Vampiro | My Own Private Path

  2. Pingback: Fracasso ou Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica | My Own Private Path

Os comentários estão encerrados.