Novo Desafio – Vícios, Solidão e Crescimento Pessoal

Sozinho com o café

Somos responsáveis por nossas vidas. Não há culpados por nossas mazelas a não ser nós mesmos. O único alguém com que podemos contar a vida toda é sempre nós mesmos.

Sabendo disso e olhando os posts mais recentes – na verdade, me refiro aos últimos dois ou três anos de postagens aqui no blog – entendi o quão mono-tom tenho sido: em termos de questões fundamentais, tenho vivido um looping do qual não saio há pelo menos três anos.

Claro, houve melhorias, crescimento, a maioria, contudo, antes desses três últimos anos. Por exemplo? Houve uma época em que meu drama essencial era a carreira e a vida profissional. Demorou, mas tomei coragem para recomeçar, fazer uma nova faculdade e, desde então, tenho me encontrado mais feliz nesse aspecto. Mesmo continuando na área da educação, por enquanto, comecei a dar aulas de Química e devo dizer que amo cada segundo disso. E tenho planos, muitos planos para essa nova-velha área em que me encontro.

Porém, entre no histórico deste blog e veja os posts de meados de 2013 até agora. Todos, absolutamente todos, se resumem a: solidão (foi logo depois de eu terminar meu último namoro e me mudar de cidade), problemas com comida (engordei, emagreci um pouco, mas não voltei a ser quem eu era antes e talvez a solução seja buscar um novo Eu nesse aspecto) e excesso de Internet (ao ponto de vício mesmo).

Ora, três anos nessa mesma ladainha, três anos no mesmo tom, na mesma monotonia… Isso cansa! E como cansa!

Ao mesmo tempo em que caio nos mesmos erros, com momentos altos e baixos – sendo os posts exclusivamente dos momentos baixos – deixo de fazer coisas com as quais sempre me identifiquei: em parte por falta de tempo, mas na maioria das vezes por falta de foco e por estar na famosa “bad”.

Aliás, estou na “bad”? Faz tempo. A correria deixa a gente esquecer. A ilusão de muitos aspectos da vida cotidiana nos confunde e vamos vivendo, como cantou Cazuza, “sem pódio de chegada ou beijo da namorada.”

Por isso, quero atualizar o desafio deste blog, que na verdade não vê um desafio decente desde o desafio original, que muito me rendeu e muito me ajudou a me transformar em um alguém melhor.

Qual o desafio?

UM ANO, a contar da data de hoje, de reflexões e descoberta constantes – tenho evitado muito pensar em mim mesmo nos últimos anos; UM ANO enfrentando as três grandes questões que me afligem desde 2013: Solidão, Hábitos alimentares e excesso de Internet; UM ANO relatando neste blog, com posts semanais, todo esse processo. Mas não pára por aí, gostaria de detalhar o que pretendo fazer dentro desses três principais assuntos:

1) SOLIDÃO: Como escrevi no post anterior (clique aqui e leia o post anterior), e em diversos posts nos últimos três anos, a solidão tem sido algo que me incomoda horrivelmente; a ponto de eu viver momentos de desespero e ansiedade. Não quero ficar com chororô, mimimi e chatice no melhor estilo “ai, estou sozinho, tadinho de mim.” Sem auto-piedade aqui, por favor.

DESAFIO: Me conhecer melhor. Entender os motivos desse sentimento. Remediar essa sensação vivendo mais, saindo mais, interagindo mais na vida real, conhecendo novas pessoas e criando novos vínculos de amizade, se possível, sempre dentro da honestidade de ser eu mesmo, sempre.

2) ALIMENTAÇÃO: Embora eu tenha me controlado mais e já tenha emagrecido uns 6kg desde o início do ano, a alimentação ainda anda instável e sei que ela está vinculada quase que 100% à questão da Solidão (e ansiedade gerada por tal sentimento). O melhor remédio é mesmo o desafio 1, mas há mais uma coisa: como boa parte das pessoas, sou viciado em açúcar. E é vício mesmo, dependência, com os mesmos sintomas de abstinência. E se há algo que eu não posso fazer nesse caso é abrir a tal exceção: afinal, um viciado em cocaína não pode abrir uma exceção de vez em quando, ou o mundo desaba – e é justamente o que tem acontecido comigo.

DESAFIO: Comer corretamente, dentro do que existe de melhor na literatura científica a respeito de nutrição: vamos comer só comida de verdade, sem açúcar processado/refinado e evitando farinhas e qualquer outra coisa refinada: só coisa “de verdade” (nada industrial e etc). Se a consequência disso for mesmo a retomada de um peso melhor, ótimo.

3) INTERNET: Este é o mais difícil; e também está 100% ligado à questão 1, da solidão. Também vem da ansiedade por estar sozinho e querer interagir e conhecer alguém especial. E também é um vício. V-Í-C-I-O!!! Mesmo. Que tira o sono, que reduz meu desempenho cotidiano, que me faz deixar de estudar, que me deixa irritado, que me faz mal. É preciso parar e resolver isso de uma vez por todas.

DESAFIO: Este deve ser difícil: como viver sem Internet hoje em dia? Como deixar o vício de algo com que precisamos lidar sempre, até por motivos de trabalho? Vai ser difícil e não sei se consigo, mas daqui UM ANO quero ver no que deu. E QUAL O DESAFIO exatamente? O desafio é passar UM ANO sem INTERNET, a contar a partir de hoje – só de escrever isso já sinto calafrios por não poder alimentar aquele vício, sinto coisas comuns de serem relatadas em experiências de abstinência.

Algumas regras valem aqui e vou deixar tudo mais difícil por isso:

1- DEIXAR DE USAR SMARTPHONE PESSOAL a partir de hoje. Desligo meu iPhone para só religar daqui um ano (ou quem sabe para nunca mais religar);

2- Portanto, SEM WHATSAPP PESSOAL, SEM REDES SOCIAIS DE TODO TIPO, com algumas exceções (especificadas a seguir);

3- POSSO USAR INTERNET exclusivamente para o TRABALHO e para a FACULDADE. Nesse caso, uso de vez em quando o whatsapp do trabalho (sim, desde julho tenho um número de whatsapp para atendimento a pais e alunos e assuntos do trabalho). Obviamente, Internet de trabalho só no horário do trabalho e no local de trabalho. Para a faculdade, de vez em quando é preciso usar o Facebook: alguns professores postam coisas lá (desde avisos até provas) e alguns grupos são criados no Facebook. Nesse caso, eu tenho de acessar o Facebook, mas nas seguintes condições: a) APENAS quando for de necessidade imediata da faculdade e para resolver esses assuntos; b) NÃO ficar navegando e lendo posts de amigos e muito menos fazer meus próprios posts; c) acesso ao FB exclusivamente do computador, nada de celular. Por isso, claro, NÃO PRETENDO APAGAR o Facebook ou NENHUMA REDE SOCIAL que tenho – o desafio é maior e acredito que, no mundo de hoje, a gente precisa aprender a viver de forma equilibrada com essas coisas.

4- EMAILS pessoais, ATUALIZAR ESTE BLOG e coisas do gênero: sempre a partir do computador e sempre em um horário longe da hora de dormir. Preferir fazer isso apenas uma vez por semana, mas isso pode variar conforme a necessidade.

5- NETFLIX está liberado, porque está mais para assistir a filmes/ver TV que para acessar a Internet.

 

 

 

Então é isso. Desafio iniciado. Hoje é 16 de outubro de 2016. Termina no dia 15 de outubro de 2017. A cada semana atualizo o blog com assuntos relacionados ao desafio. E vamos ver se consigo passar UM ANO cumprindo tudo isso e, ao conseguir, como isso tudo vai me mudar.

(FALTAM 365 DIAS)

Esse post foi publicado em Caminhando e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Novo Desafio – Vícios, Solidão e Crescimento Pessoal

  1. Lu Duarte disse:

    Está conseguindo ficar sem internet?
    E a solidão?

    • Strider disse:

      Olá!
      Com relação à alimentação, está ok agora. Mas de fato, a Internet oscila entre dias com zero Internet, respeitando as “regras” do desafio que eu mesmo estipulei, e outros dias mais difíceis. O ruim da Internet é precisar dela para coisas da facu e trabalho: mas de fato, no ponto Internet tenho falhado miseravelmente até o momento:/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s