Arquivo do mês: setembro 2011

Vivendo por outros

Desde que iniciei este blog, tenho vivido um período de reflexão muito forte. Propus-me enfrentar e conhecer minhas sombras. Fui a fundo, olhei muita coisa de perto. Porém, esse “muito” ainda é “muito pouco”. Veja bem… e não é que uma dessas sombras que venho questionando é se uma grande parte de minhas escolhas e ações nos últimos anos – lê-se “década” – se deu por causa de outras pessoas! Continuar lendo

Anúncios
Publicado em Namoro, Relacionamentos | Marcado com , , , , , , | 2 Comentários

Amar ou não amar

Ainda o amo. Muito. Ou seria isso um tipo de obsessão? Ou de fuga?
Todos os momentos em que disse que não existia mais sentimento por ele, que não o amava mais, que não o queria mais, em outros momentos, estes, de lucidez, todo esse papo me parece pura negação – sou eu tentando me convencer de que acabou e de que aceito isso. Mas não. Estou fazendo tudo errado. Continuar lendo

Publicado em Namoro, Relacionamentos | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Tudo é só

“Tudo é só, a montanha é só, o mar é só. /A lua ainda é mais só./Se encontrares alguém / Ele está só também.” (Dante Milano) Ouvi essa citação, outro dia. Estranho ela ter me chamado tanto a atenção: estou … Continuar lendo

Publicado em Caminhando, Passado, Sentimentos | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Cortando grades

Uma das coisas que sempre me chamaram a atenção são as habilidades sociais que tenho em situações muito específicas, mas que, em outros momentos, são praticamente nulas. Por trabalhar com pessoas, dar aulas, fazer atendimentos, sempre me surpreendi com isso. A sensação que tenho é de ser possuído por uma outra personalidade: postura, voz, pro-atividade, timidez quase zero… tudo muda. Entretanto, é só sair desse contexto que viro Clark Kent. Principalmente se o novo contexto for o da vida amorosa. Continuar lendo

Publicado em Alimentação, Namoro, Relacionamentos, Trabalho | Marcado com , , , , , , , , , | 1 Comentário

De volta!

Amo a vida! De verdade. Não é uma ironia ou algo do tipo, de forma alguma. Gosto mesmo do meu trabalho, da nova cidade em que vim morar, das pessoas que estou conhecendo aqui, do meu apê, de estar pertinho da praia, de morar pertinho do trabalho e de estar em um lugar mil vezes mais calmo que São Paulo. Sério!

Mesmo assim, ainda tem algo, uma coisinha……………… Continuar lendo

Publicado em Caminhando, Namoro, Relacionamentos | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário