Acredite… e será salvo

Lembro-me de uma frase de uma história do Superman da década de 1990: “Believe… and you’ll be saved”. Hoje, após tanto tempo, parece que a tal citação ganhou um novo significado.

“Acreditar em quê?”, você pode perguntar. Não digo “em quê”, mas “em quem”. Acreditar em si mesmo. Já percebeu como até a pessoa que mais aparenta ter confiança em si mesma pode fraquejar? Pode ser que ela (a tal pessoa) confie em sua habilidade de conhecer um novo amor, pode ser que ela saiba ser possível chegar em determinado lugar, mas tem sempre um limite: ela acredita que pode realizar alguns desejos profundos de sua alma, ser ela mesma? Você acredita em si mesmo a ponto de arriscar tudo o que considera “certo” em sua vida, a ponto de correr atrás de seus sonhos? Será que existem sonhos mais simples ou mais “acreditáveis”?

Não sei dizer, mas a tendência é crer que esses sonhos existem sim. Quer ser convencido disso? Então responda rápido, qual “sonho” é mais simples ou mais “acreditável”: 1- tornar-se um médico ou engenheiro de sucesso?; 2- tornar-se um escritor ou cineasta de sucesso? É, pois é, foi o que pensei…

Vou falar do meu sonho. O sonho que me levou a sair da cidade em que morava e me fez mudar para a capital. O sonho que me fez largar um dos maiores amores da minha vida. O sonho em que acreditava piamente até alguns anos atrás. Meu sonho faz parte da segunda categoria: bem difícil de acreditar. E sabe por que é difícil ter fé nos sonhos dessa categoria? Porque ninguém acredita nele com a gente. Porque a sociedade, todos os amigos e família mandam que a gente “acorde para a vida”, “ponha o pé no chão”, “cresça”. Sei que pessoas como Spielberg, Paulo Coelho, etc. (só para usar exemplos de sucesso) não ouviram esse “todo mundo” e continuaram seu caminho. Agora, eu… eu desisti. Eu ouvi esse bando de gente falando “sonho não enche barriga” e “acordei”. Sim, bem entre aspas mesmo.

Sabe o que aconteceu? Deixei de acreditar no meu sonho. Junto disso, perdi o ânimo para todo o resto. Olha, eu gosto do meu trabalho, sempre fiz coisas de que gostava e sou muito grato por isso. Contudo, isso só ajuda a agravar a situação. Pelo menos se eu não gostasse, não teria dúvidas e lutaria mais pelo que realmente quero. Todavia, o que fazer quando não acreditamos mais no que queremos?

Semana passada descobri que deixei de acreditar no que quero, não por desgostar, mas por achar que não consigo, que não posso, que não sou capaz. Agora, a chance de realizar meu sonho aparece outra vez. Eu só preciso acreditar nele e correr atrás. “Só” isso. Sabe o que mais? Não é bem no sonho que eu preciso acreditar, mas em mim mesmo. Nestas últimas semanas, descobri que essa crença, essa certeza, não existe dentro de mim. Não acredito e ponto.

Entretanto, “sermos nós mesmos” é acreditarmos e lutarmos por nossos sonhos e ideais, mesmo quando existem caminhos mais fáceis. Já dizia o mestre Yoda: “o caminho mais fácil leva ao lado negro da Força”. Traduzindo: a única maneira de sermos felizes é seguirmos o que nosso coração manda. E nem é porque corremos o risco de sermos bem sucedidos na empreitada, mas porque teremos a chance de vivermos aquilo que foi destinado a nós. Vai dar certo ou vai dar errado? Não importa. Importante mesmo é que seremos felizes se aprendermos a apreciar a jornada, o caminho.

Sendo assim, só me resta saber se acredito em mim o suficiente para mergulhar de cabeça nessa nova velha aventura. Bom, só tem um jeito de saber…

364 dias já foram. Falta 1 dia.

Esse post foi publicado em Namoro, Relacionamentos, Trabalho e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Acredite… e será salvo

  1. Julie disse:

    Ah, meu querido!!! EU ACREDITO EM VC!!! Quero assistir de camarote suas conquistas e, de vez em quando, fazer uma participação especial no filme da sua vida!!! Um beijo carinhoso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s