Perdido!

Dizem que, para se encontrar, é preciso se perder. E quão verdade tenho comprovado que isso é!

Impressiona a maneira como tudo parecia tão certo, tão no lugar, tão bonitinho. Mas eram só aparências, até porque, se fosse mesmo real, nunca teriam aparecido as vontades de me conhecer melhor, de abrir os horizontes, de trilhar esse caminho único. Se tudo fosse mesmo perfeito, aquela coceira de que havia coisa errada nem teria se manifestado.

Mas vamos para os fatos. Quer fatos? Está tudo documentado aqui no blog. Aceitei o desafio, aceitei pagar o preço que fosse para me conhecer melhor, para me tornar “uma pessoa melhor” (como essa última afirmação é vaga). Comecei abrindo as portas de mim mesmo, descobrindo e descobrindo coisas sem parar. Foi mágico, delicioso.

E, de repente, puff! As escolhas e o estilo de vida antigos se chocam com o novo. De repente, não sou mais eu, mas também não tenho mais certeza de quem realmente sou, só pistas. Titanic! Eu só vi a pontinha do iceberg, mas toda a montanha de gelo já me rasgou por inteiro.

Dizem que isso é bom sinal, pois somos tanto e tão plenos que, se somos capazes de nos definir, estamos nos limitando. Que seja! Quem precisa mesmo de rótulos? Sou escritor, educador, cineasta? Sim, mas também muito mais que isso. Também “gosto de meninos e meninas”, como já dizia Renato Russo? Só acho que prefiro viver um amor verdadeiro, seja qual for o “gênero” da pessoa por quem me apaixono.

Afinal, por que se limitar? Por que levar para a vida essa síndrome da especialização? Por que se definir como um indivíduo limitado quando estamos conectados com tudo e todos sempre, se meu “eu” depende sempre do “nós”? Por que não se permitir a plenitude?

Perguntas, perguntas, perguntas… Sinto-me como um garotinho perdido e assustado, quilometros distante do colo mais próximo. Mas se me perder for condição inevitável para me encontrar, repito as falas do Imperador Palpatine: So be it… Jedi!

144 dias já foram. Faltam 221

Anúncios
Esse post foi publicado em Caminhando e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Perdido!

  1. Lelê disse:

    CLAP! CLAP! CLAP!

    Se perder pra se encontrar, muitas vezes é a melhor opção! E quando a gente está perdido e, finalmente, se encontra, é tão gostoso, né?!!??!

    Que bom que vc ta se encontrando!!

  2. Strider disse:

    Me encontrando? Sim! Mas ainda tenho de me perder muito mais para me encontrar! (Nossa! Soa tão contraditório… mas parece ser mesmo a verdade)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s