Nada melhor que uma viagem

Nada melhor que uma viagem. E de qualquer tipo. Um momento que nunca vou esquecer aconteceu há 2 semanas em Genay (uma cidadezinha de campo com 300 habitantes na Borgonha – França). Já era umas 19h do domingo e estávamos quase voltando para Paris. Resolvi sair para andar em uma trilha que terminava em um obelisco (desses que o Obelix carrega nas costas), uma pedra enorme com alguns milênios de idade, deixada lá provavelmente pelos celtas. É um lugar lindo, cheio de plantações de girassóis, milho e campos de pasto para gado.

Saí precisamente às 19h. Alguns poucos minutos de caminho e já não havia sinal da civilização. Só a natureza. Só o som de animais e insetos, o som da vida ardendo ali. Só a vista do horizonte coberto de campos e mais campos, um mundo quase infinito ao olhar. A trilha continuaria por mais 40 minutos assim. Passaria por um riacho, árvores, animais.

E logo no início, vendo tanto mundo pela frente, tanta possibilidade, tanta coisa para ver, senti medo. Medo de continuar. Medo de onde aquilo ia dar. Medo do que encontraria na estrada de terra. Medo do novo. Queria mais a segurança do velho, do conhecido, voltar para o conforto da casa da “cidadinha” (como diria meu tio francês).

Foi então que entendi. Essa mesma postura que eu demonstrava ali, naquele caminho, era a postura que eu trazia para minha vida cotidiana. O mesmo medo do novo, do que encontrar pela frente. Eu queria mais era ficar em casa, longe de novas possibilidades, novos amores, novas carreiras, gente e vida novas. (Quantas vezes você já não se sentiu assim também?)

Uma águia gritou ao longe. Era um sinal. Sempre sabemos quando é um sinal. Olhei para a frente, decidido a mudar de postura, não só ali, naquela pequena trilha, mas em todo meu caminho. Decisões foram tomadas ali. Preces ditas. Mudanças aconteceram dentro de mim – tantas que só estou descobrindo que elas existem agora. Meses e meses de reflexão culminaram em um pequeno clímax aquele dia, sob a paz do campo, do fim do verão e as bençãos no contato direto com a Grande Mãe.

PS: Primeiro post após 1 mês sem escrever no blog. Não abandonei. Contudo, como eu havia comentado (veja aqui), ao viajar de férias, talvez eu não conseguisse manter a frequência dos textos. No problem! Voltei, tanto das férias, como de um período extremamente intenso de reflexão. Impossível resumir tudo o que se passou em um único post.

Por isso – e quebrando a já tradição de postar um resumo a cada mêsversário do My Own Private Path -, vou deixar para ir contando aos poucos algumas coisas que mudaram em mim, de que forma certas coisas se resolveram e como aparentemente descobri o caminho (que só comecei a trilhar) do autoconhecimento.

120 dias já foram. Faltam 245

Anúncios
Esse post foi publicado em Caminhando e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Nada melhor que uma viagem

  1. Camila disse:

    Adorei o post, tudo o que percebi com estas reflexões, esta viagem… Realmente, existe a viagem externa, que pode fazer muito por nós, mas a verdadeira viagem é a interna, aquela que nos transforma, nos faz e responde questões. Quando iniciamos este caminho, não é mais possível retornar, ficar parado na mesma vida de antes. O medo de desconhecido, cedo ou tarde, terá que sumir! Fico feliz que já esteja enfrentando os seus! 🙂
    Abraço,
    Camila

  2. alana menk disse:

    que delícia essa experiência. E de fato teve que ir para fora viver isso. Aqui, em qqr lugar, menos na amazonia, sempre parecemos que estamos em nosso lugar. Lá fora é diferente. Uma boa caminhada sempre revela novos ensinamentos!
    Fiz uma coisa parecida por 2 hrs em Oxford. O medo de cada passo. E pra resolver e andar sem medo, vasculhei em mim mesma o que me daria a certeza de saber que era eu mesma, para poder continuar em um espaço totalmente novo e aventureiro.
    Que bom vc ter voltado! Estava com saudades!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s