Tempo livre?

Sabe quando chegamos em casa depois de um dia de trabalho ou quando o fim de semana abre as portas para receber-nos, começamos a fazer tudo o que queríamos e, após nosso tão esperado “tempo livre”, saímos com aquela sensação de que precisamos de outro fim de semana para descansar do próprio fim de semana?

Pois é. A pergunta aqui é curiosa, para dizer o mínimo: as coisas que você faz para relaxar são aquelas que você realmente quer fazer ou seu tempo livre é mais um horário para o que lhe é vendido na TV, na Internet e em qualquer outro tipo de mídia ou contato social?

É pergunta legítima, sim. Ou você não sente aquela necessidade de ver o capítulo da novela, de não perder o próximo episódio da série que acompanha, de ir ao cinema porque saiu um filme que você foi induzido a colocar na sua lista porque leu algo bom sobre ou viu o trailer? Ou sente aquela “obrigação” que muita gente sente em sair sábado à noite e, se não sai, parece que está errado ficar em casa? Isso para citar somente alguns exemplos. Concordo que muita gente faça esse tipo de coisa por prazer mesmo, para relaxar, mas um outro tanto de pessoas se prende a essas coisas e acaba não tendo prazer naquele de deveria ser seu tempo livre. O pior ainda é que as coisas começam a se acumular e, aquilo que a gente realmente gostaria de fazer, acaba não fazendo. Falta de foco naquilo de que realmente gostamos.

Posso falar por mim mesmo, aliás. Eu tenho listas de filmes que quero ver e, por mais que eu me delicie passando umas horas no cinema, já fui muitas vezes ao shopping ver um filme só porque eu “tinha” de ver, pois estava na minha listinha. Ou até ficar no videogame mais tempo para acabar um jogo e não porque eu estava de fato me divertindo com isso. Complicado?

Complicado mesmo é perder esse mau hábito. Novamente, remeto-me aos posts anteriores, falando da importância de permitir-se ter prazeres. Estou levando isso bastante a sério e, creio, em breve escreverei algo contando sobre como isso tem funcionado. É como se descobrir de novo, ouvir sua própria voz.

74 dias já foram. Faltam 291

Esse post foi publicado em Dia a Dia e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Tempo livre?

  1. Pois é… questão interessante, esta… Concordo com você sobre falta de foco e digo mais: falta de autoconhecimento. Muitos desses que fazem as coisas porque são atividades tidas como relaxante mas vão na empolgação e não na real satisfação do momento, provavelmente “seguem o fluxo” e fazem “x” ou “y” exatamente como você disse: porque foi falado para fazer. À medida que nos conhecermos melhor e percebermos que nem sempre tudo o que é cultuado serve, ou pelo menos, serve naquele momento, saberemos ser felizes e aproveitar os momentos. Eu já sei não me prender ao “ter que” sair sábado à noite, mas se estiver jogando ou vendo um filme que não me agradem, também continuo só porque já comecei, ou porque eu criei uma listinha. Precisamos MESMO mudar este mau hábito! 🙂
    Abraço,
    Camila

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s