Medo de ser Feliz?

É incrível perceber que, com uma grande decepção, geralmente vem o medo. Medo da dor, medo de sofrer, medo de tudo aquilo se repetir de novo. Em alguns casos, é muito mais que medo, é pavor, pânico. E é então que o problema realmente começa.

Primeiro é importante deixar clara a diferença entre medo e pânico. O medo é bom, é saudável. É o medo do fogo, por exemplo, que evita a queimadura, embora se possa cozinhar, acender velas, e manuzear o fogo em geral. O medo existe, mas por causa dele, há cuidado, há consciência do perigo. Não se deixa de se arriscar. Alguém sem medo, contudo, é alguém sem consequências e, mais cedo ou mais tarde, justamente pela falta de medo, vai deixar de tomar algum tipo de cuidado e se queimar.

Pânico é outra coisa. É o medo em excesso, que prende, trava. Alguém com pânico de fogo não chega nem perto do fogo. Se chega, foge, passa mal, desmaia. O pânico é ruim, enquanto o medo é bom e essencial.

Chegamos onde interessa. Perder alguém muito, muito, muito especial pode sim trazer muito mais que medo de sofrer tudo isso de novo, pode trazer o pânico disso. E aí? Como se aproximar das pessoas depois? Pior ainda, o pânico de sofrer traz também o pânico do prazer. Ter prazer relacionado àquilo de que se tem pavor é ruim e faz mal, pois, de certa forma, acaba remetendo ao pânico do permitir-se de mais, gostar de mais, para um dia sofrer uma grande perda de novo. É o famoso “medo de ser feliz”. A gente tem sim, acontece nas melhores famílias.

E o que fazer? Como acabar com esse pânico? Como se permitir a voltar a se aproximar das pessoas, de gostar de alguém?

Foi aí que a fada madrinha veio e me contou: é preciso voltar o olhar para as pequenas coisas, permitir-se o prazer de um sorvete, de um hobby, de um pôr do sol… O segredo é começar pequeno para ir aumentando. Naturalmente, chega-se lá. E aqui vai meu homework, começar a me permitir os pequenos prazeres, algo que não conheço há muito tempo… Let’s go?

70 dias já foram. Faltam 295

Esse post foi publicado em Mente, Relacionamentos e marcado , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Medo de ser Feliz?

  1. soueu disse:

    A sua conclusão diz tudo!
    Devemos sempre permitir-nos, até mesmo nas coisas mais simples da vida; como um oi de um transeunte, um olhar de alguém que permeia o meio em que está, um elogio de alguém com quem não se tem contato diário,… enfim são essas minúcias que não notamos no nosso dia dia que nos trazem ao ápice da felicidade e que também nos realizam como pessoas.
    A vida é; permitir o erro e o acerto, desconheço qualquer outra maneira que nos faça realizar como SERES HUMANOS.

  2. camilapigato disse:

    Eu é que estou com medo… você lê pensamentos? 😛
    Sinto muito isso neste momento: o medo de sentir (coisas em geral) para depois perder, como já aconteceu. Aí eu cito uma música do CD Manuscrito, da Sandy “Sentir pode doer/ sorrir pode esconder”. Há tantas coisas que se passam em nosso íntimo mas por continuarmos sempre em frente, um dia bem, outro dia nem tão bem assim, imaginam-nos abastados, sem problema algum.
    O segredo, realmente, realmente mesmo, está em ter esses pequenos prazeres. É também o que estou fazendo. Somente quando estamos bem conosco é que a vida flui. E, tendo consciência deste prazer em ser você mesmo, em sua força, nos permitiremos vencer o medo de sentir, porque mesmo que um dia acabe (é uma possibilidade, mas nunca deve virar um fantasma), saberemos que o quê importa é a experiência e que, se não for para ser, o que quer que aconteça nos fará melhor, e não nós depositaremos nossa vida toda nisso e seremos nada caso venhamos a perder.
    Abraço!

  3. Tio Bem disse:

    Lembre-se: “Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s