Laços

Para que ficar juntando os cacos de um amor que já acabou? Ou de uma relação que, claramente, não existe mais? Despreendimento não serve só para coisas materiais. Existe, principalmente, para tudo o que vai além do físico. Isso já lhe ocorreu? Bom, ocorreu a mim, muito recentemente.

Aliás, muito recentemente, descobri que todo aquele papo de “paixão de 6 anos atrás” é pura bullshit. Tudo isso graças a uma pequena evolução, que anda acontecendo aos poucos. Tenho me ouvido, tenho olhado mais e mais pro tal “eu sombrio”, conversado e escutado cada vez mais meu “Eu Jovem”. Aí, coisas que pareciam tão improváveis começam a vir à luz.

Eu já me apaixonei sim outras vezes depois daquele relacionamento de 3 anos que terminou há 6. E uma delas aconteceu entre o ano passado e este ano. E mesmo depois dos depois, os laços de amizade continuaram, pontudos, correntes de prego, arranhando, cutucando, ali, presentes.

Tais laços existem. Para quem acredita no Éter, eles são bem reais, vão além da metáfora e nos ligam com as pessoas importantes, nos fazendo trocar energias, façam elas bem ou não. Tem horas que precisamos quebrar tais laços. Deixar ir. Quantas vezes não quebrei laços com pessoas “especiais” e que, um dia, voltamos a ser amigos, criando diferentes tipos de laços. Outra vezes, porém, não houve outro tipo de contato. Acontece. Pode ser com amantes, amigos, até alguns familiares (alguns, mas aí o caso é outro, porque existem laços de sangue que nunca se partem).

Assim, triste, mas ciente de que isso faz parte de um crescimento pessoal e que isso pode me deixar livre outra vez para amar, para conhecer um novo alguém, escolho quebrar alguns laços novamente. Que isso seja bom e correto e para o bem de todos. Assim seja e assim se faça.

58 dias já foram. Faltam 307

Anúncios
Esse post foi publicado em Amigos, Namoro, Relacionamentos e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Laços

  1. Li Bittencourt disse:

    Adoro seu blog e AMEI este post.
    Como dói quebrar certos laços, não é? Mas muitas vezes, se faz realmente necessário.
    Saudades, querido!
    Bjs

  2. camilapigato disse:

    Pois é, às vezes laços precisam se romper… para um bem maior… Não é porque é sentimento que sempre faz bem, e muitas vezes, se usarmos somente o lado emocional da coisa ou o apego, não analisamos o contexto e nos prendemos em situações degenerativas, só porque é “sentimento” e teoricamente, nobre. Precisamos ter muito bom senso para entender que ter um sentimento é nobre, mas se ele não é para ser, se a situação que o envolve faz mal, precisamos deixá-lo ir e libertar o coração para situações melhores.
    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s