Eu Jovem

Você já ouviu falar dos 3 “EUs” que somos? O “Eu Jovem”, o “Eu Discursivo” e o “Eu Profundo”? Ou, para ser mais claro nas definições, simplesmente “Eu Emocional”, “Eu Lógico” e “Eu Divino”, repectivamente?

O Eu Jovem, ou Eu Emocional, é aquela parte de nós que pensa com o coração, que sente, que se emociona, que toma decisões baseadas no que realmente quer, é nosso lado mais puro, mais criança, mais simples. O Eu Discursivo, ou Eu Lógico, é nosso lado racional, que pensa, toma decisões considerando somente a razão, a lógica. Por fim, o Eu Profundo, ou Eu Divino, é nosso lado que está em contato direto com a Força Criadora. É de onde tiramos nossa fé, é a única forma de nos conectarmos com o Divino.

“Legal”, você deve ter pensado, “mas onde é que ele quer chegar com isso?” Pois é, lembra de quando falei sobre meu “eu sombrio”? Pois é, acho que ele anda deixando de ser tão sombrio assim e começo a entendê-lo como meu “Eu Jovem”.  O que pega é o seguinte: anos atrás, após terminar um dos meus relacionamentos mais mágicos, 3 anos de pura paixão, etc e tal, jurei que nunca mais me apaixonaria ou namoraria ninguém. Comecei um caminho em que somente os objetivos, as metas profissionais e coisas do gênero importavam.

Traduzindo: se antes eu tinha meu Eu Jovem se expressando (e até tomando algumas/várias decisões), isso tudo terminou. E o que eu chamava de aprender a disciplina, o controle de si mesmo, era tão somente a trilha para calar meu Eu Jovem e fugir de muita coisa que me incomodava à época.

6 anos depois, começo a entender que ter disciplina, controlar a si mesmo e cia. é justamente o contrário. É dar espaço para todos os 3 “EUs”, é aprender a conectá-los e deixá-los em harmonia. Afinal, os 3 “EUs” são EU, nada mais que isso. Vou chegar lá? Será um caminho difícil? Como diria a canção “Alma tripla em mim, alma tripla em mim, flua e reflua nessa união, Alma tripla em mim, alma tripla em mim, ouça o desejo do meu coração.”

39 dias já foram. Faltam 326

Anúncios
Esse post foi publicado em Espírito, Mente e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Eu Jovem

  1. Uau! Excelente conclusão! Não existe evolução sem compreendermos a nós mesmos…
    Vou pensar também! 😀
    Abraço,
    Camila

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s