Pronto?

Faz a tarefa. Lava a louça. Estuda. Trabalha. Resolve isso. Espera a viagem de trabalho passar. Deixa ficar livre. Depois do feriado. Depois, depois, depois. Quantas coisas precisam ser resolvidas antes que estejamos prontos para viver? A impressão que tenho é que estou sempre esperando o momento certo para começar a fazer as coisas que realmente quero, que antes de qualquer coisa o compromisso A, o B e o C precisam ser resolvidos. Isso já dura toda a vida. O que falta para que eu comece a viver?

Até agora já listei dois grandes desafios , coisas que preciso mudar, acabo de descobrir o terceiro: a Síndrome do “estar pronto”. Quando é que estamos prontos para algo? E por que viver de passado e futuro?

Como disse Henry David Thoreau, citado em “Sociedade dos Poetas Mortos”: “I went to the woods because I wanted to live deliberately, I wanted to live deep and suck out all the marrow of life, To put to rout all that was not life and not when I had come to die Discover that I had not lived.”

Desde a primeira vez em que vi esse filme que essa frase me colou na cabeça: “e não quando eu morrer, descobrir que não vivi”. Acho que o ser humano, em geral, vive com essa ameaça, a de desperdiçar nosso melhor presente. Será fácil “deixar apodrecer tudo o que não é vida”? E se eu morresse hoje, descobriria que não vivi?

Anúncios
Esse post foi publicado em Mente e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Pronto?

  1. Olá! Entendo bem o que sente… Imaginamos as coisas pela forma e pela impressão que temos e acabamos não vivendo… Achamos que por ser muito novo ou muito velho não podemos ter ou ser algo, que por já ter perdido uma oportunidade “x” e só por isso parecer sem sentido tentar de novo e nada fazemos, e por aí vai… Hoje eu atrasei no serviço e por ter atrasado parece que já está perdido… ou tudo, ou nada, e não é nada disso… Não sei quando estaremos prontos, acho mesmo que o segredo é ir tentando, mas entendo a prisão da mente que tanto no impede… se posso sugerir algo é o que tento fazer comigo: lute!
    Abraço,
    Camila

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s