Refletindo um tiquinho

Isso aqui está parecendo terapia, né? Fico pensando que linha é, se yunguiana, freudiana, bloguiana…

E olha eu aqui continuando o mesmo assunto de antes, relacionamentos. Refletindo (com um espelho, claro), lembrei de uma frase que um antigo amigo meu falava: “Trate sua família e amigos mais próximos como desconhecidos.” Sabe que faz sentido? Eu prestei atenção em mim nesses últimos dias e notei que trato pessoas que mal conheço tão bem! Será só eu? Será?

O que mais me impressiona, contudo, é que toda a habilidade para falar perto de pessoas próximas, conhecidas, eu já possuo e uso muito bem para falar em público, com gente que nunca vi mais rechonchuda. E essa impressão significa alguma coisa? Bom, alguma coisa. Mas o quê??? Fala agora que é fácil, fala! Refletir cansa!

Sabe o que me proponho para começar (começar!) a superar essa primeira dificuldade? Se todas as habilidades que preciso para ser assertivo, mostrar interesse e dar atenção às pessoas já estão comigo, então o que eu preciso mesmo é me policiar para usar tudo isso com todo mundo. “Trate seu melhor amigo como um desconhecido”. Está me parecendo que o começo (o começo!) é por aí. Aceito o desafio, vamos ver no que vai dar. =)

5 dias já foram, faltam 360

Esse post foi publicado em Amigos, Família, Relacionamentos e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s